O Vitral

O Surgimento  do Vitral
Desde o século passado os vitrais eram admirados pela sua beleza e criatividade,originou-se no Oriente, tendo seu ponto alto na Europa,durante a Idade Média.


Chumbo e vidros coloridos eram dispostos de forma a criar desenhos dos mais variados e para diversas ocasiões, principalmente para ornamentação de igrejas, com motivos religiosos, proporcionando uma espiritualidade ao ambiente.


A técnica de fabricação dos vitrais consistia em se utilizar chumbo nas junções entre os vidros.
As cores eram obtidas por adição de algumas substâncias como o bismuto, o cádmio, o cobalto, o cobre e ouro entre outros à massa de vidro em fusão.
Com o passar do tempo verificou-se o perigo para a saúde e para o meio-ambiente sobre o uso do chumbo e de outros metais na sua confecção, tendo assim uma parada na sua divulgação e comercialização.


Devido à essa situação, estimulou-se a pesquisa de novos materiais para a confecção de vitrais com técnicas mais avançadas e de custo mais barato, pois os vitrais tinham um custo muito elevado.
Hoje temos o que chamamos de Falso Vitral-pintura feita sobre vidro com resina acrílica e verniz vitral,sem oferecer perigo à saúde do artesão.
Dentre as facilidades do uso deste material está a confecção de trabalhos variados como mandalas, quadros, janelas e peças de decoração como jarras e garrafas.
Quanto à limpeza é necessário apenas um pano seco para remoção de poeira; os vitrais não devem ser lavados, caso seja necessário, enxugue com um pano macio, sem esfregar.
Espero que apreciem o blog e que tenham gostado do trabalho, pois é feito com muita dedicação e carinho.
© Mandalartevitral - 2010. Todos os direitos reservados.Todos os desenhos apresentados no site são de autoria de Reinaldo Garcia e Cláudia Almeida e estão protegidos pela Lei dos Direitos Autorais nº 9610.Exceto os que são de domínio público.
Criado por: Cláudia Almeida.
Reinaldo Garcia e Cláudia Almeida

Tecnologia do Blogger.